02/09/2010

02/09/2010

Creme 100% produzido à base de extratos naturais do laboratório BIOTA é solução definitiva para pelos indesejáveis

São Paulo, 02 de setembro de 2010 – Os pelos sempre foram uma das principais preocupações estéticas e poucas mulheres no mundo são tão minuciosas com a depilação quanto as brasileiras Em um país de clima tropical e altas temperaturas, vestidos, biquínis, saias e shorts são peças obrigatórias no guarda-roupa de qualquer pessoa. Com o corpo à mostra, principalmente no verão, pelos aparentes não são tolerados. Livrar-se deles é palavra de ordem.

Uma das técnicas mais utilizadas no Brasil por quem deseja manter o corpo lisinho é a cera quente. Sucesso em território nacional, esse jeito de depilar ganhou o mundo, tanto que nos Estados Unidos ele é conhecido como Brazilian wax, ou depilação à brasileira, em uma tradução livre. Nos últimos anos, o método tornou-se uma verdadeira coqueluche entre as celebridades internacionais. Atrizes como Gywneth Paltrow e Demi Moore já declararam publicamente que são fãs da cera quente. 

Além dessa, outras formas de depilação como cera fria, pinça, depilador elétrico, eletrólise e laser também são bastante difundidas. Apesar de funcionarem bem, essas técnicas têm desvantagens: algumas são doloridas e desconfortáveis, outras são caras e pouco práticas e todas precisam ser usadas a vida inteira. Porém, na guerra conta os pelos, elas podem ser aliadas do redutor de pelos BIOXET para uma solução definitiva.

BIOXET: Adeus aos pelos sem dor

Para quem cansou de ter que se depilar ao menos uma vez por mês e quer se livrar dos desagradáveis pelinhos, o laboratório BIOTA acaba de lançar no Brasil o BIOXET. Trata-se de um produto 100% feito a partir de extratos naturais que age diretamente na raiz dos pelos, causando a redução e o enfraquecimento gradual. 

Como BIOXET não é um creme depilatório, ele deve ser aplicado na pele diariamente antes de dormir, após o uso de técnicas de depilação convencional que eliminem o pelo pela raiz (cera, laser, pinça, depilador elétrico, eletrólise, entre outros).

Estudos clínicos feitos na Universidade de Istambul e no laboratório alemão Dermatest apontam que após três meses de tratamento, é possível observar diminuição de 46% na quantidade de pelos. Os que voltam a nascer ficam 30% mais fracos e têm comprimento reduzido em 43%.

Tópica, ou seja, que não entra na corrente sanguínea, a solução pode ser usada por homens e mulheres e tem eficácia comprovada em todos os tipos de pele e de pelo. Por ser feita apenas com ingredientes ativos naturais, não causa alergias e, de quebra, hidrata a pele, deixando-a macia e com aspecto sedoso.

Com exceção de orelhas, narinas, genitais internas e mucosas, todas as partes do corpo aceitam bem o tratamento. Para o rosto, que merece cuidados especiais, há duas versões do creme: uma para pele oleosa e outra para pele normal/seca.  

Para quem não abre mão de pegar um solzinho na praia ou na piscina, não há restrições. Depois de apenas 30 minutos da aplicação do produto, o bronzeamento está liberado.

A linha BIOXET, que é composta por três produtos – corporal (140 ml), rosto pele oleosa e rosto pele normal/seca (100 ml) – pode ser encontrada nas melhores redes de farmácias de diversos estados brasileiros, graças à parceria entre o laboratório BIOTA e a distribuidora Derma Dream Corporation, no país desde 1999. Esse acordo vai possibilitar uma série de inovações no segmento de cosméticos para o mercado nacional.

Criado em 2002, o creme é vendido em diversos lugares da Europa e do Oriente Médio. Na América Latina, o BIOXET também já é comercializado no Chile e, nos próximos meses, chegará outros países da região, entre eles, México, Peru, Colômbia, Equador, Paraguai e Bolívia.

Sobre o BIOTA

Sediado em Istambul, o laboratório BIOTA produz soluções naturais e herbais para diferentes problemas estéticos. No setor de dermacosméticos desde 1999, a empresa é líder absoluta desse segmento na Turquia. Presente em mais de 30 países, possui grande representatividade nas redes de farmácias europeias e do oriente médio. Na América Latina, seus produtos, que já são vendidos no Brasil e no Chile, em breve chegarão a outros países da região, entre eles: México, Peru, Colômbia, Equador, Paraguai e Bolívia.

Guiada pelas Boas Práticas de Fabricação (BPF), a unidade fabril do laboratório será ampliada nos próximos anos e ocupará uma área de 30 mil metros quadrados, constituindo a terceira maior fábrica de cosméticos farmacêuticos da Europa.
 

Pelos: livre-se deles com BIOXET